Wednesday, June 28, 2006

Primaveras Opostas

© Bruna Maial


A minha primavera tem paz,
A outra tem guerra.
A minha tem vida,
A outra tem morte.

Eu recolho flores,
Minas recolhem pernas.
Eu corro por campos floridos,
Pessoas fogem pelos campos minados.

Vingança
Para os menores...
Se plantarem sementes ruins,
Nascerão frutos podres.

1 Comments:

Anonymous Lílian Maial said...

Pôxa, Nathan, obrigada por esse carinho...
Esse foi o primeiro poema que minha filha escreveu, com apenas 13 anos, por ocasião da Guerra do Afeganistão. Depois escreveu mais uns 5 ou 6 e parou. Se for como a mãe, só vai retomar bem mais tarde. Comigo tb foi assim.
Obrigada mesmo,
Lílian Maial

June 28, 2006 2:19 PM  

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home