Tuesday, August 28, 2007

Sem Nada Pra Dizer, Digo: Saudade!

© Nathan de Castro

Sem nada pra dizer, digo somente
um verso de presente à calmaria
e, ao vento que bulia na poesia,
entrego um canto amigo, de presente.

Sem nada pra dizer, busco a euforia
de um pé-de-vento pouco e tão ausente.
Brisa de rimas tortas... Simplesmente,
marés cheias de letras sem magia.

Sem nada pra dizer... Sofreguidão!
Deixo o silêncio e as luzes de um poema,
tão pouco e tão vazio de emoção.

Quem me comanda é um louco coração
que vive de escreve sobre esse tema,
tão gota, tão antanho e tão paixão.

4 Comments:

Blogger Pessoa Comun said...

sempre bom te ler...

bijo

August 28, 2007 5:12 PM  
Anonymous Anonymous said...

OI NATHAN,

JÁ NASCEMOS CARENTES E ASSIM
FINDAREMOS. NÃO SE SINTA SEM VISITAS NO SEU BLOG. ESTIVE AQUI
E GOSTEI MUITO. FALTA-ME A AGILIDADE NA INFORMÁRICA, PARA
PODER USUFRUIR MELHOR O QUE A NET
OFERECE: O SEU BLOG, POR EXEMPLO.
TENHA UMA ÓTIMA SEMANA!!!!!!!!

August 29, 2007 4:07 AM  
Blogger Rozana said...

sem nada pra dizer...
simplesmente poesia!
boma dia!

August 29, 2007 5:01 AM  
Blogger Maria Ercília said...

Adoro seus poemas, estou sempre por aqui. Abraço!

August 29, 2007 2:29 PM  

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home