Tuesday, September 12, 2006

O Teu Olhar


© Nathan de Castro


O teu olhar é a pérola dos sonhos
que o meu poeta teima em desvendar,
lapidando os sonetos enfadonhos,
que jorram das entranhas do seu mar.

A tal distância e os rios tão tristonhos
vertem poemas tortos... Tanto amar
não pode ser somente esses medonhos
momentos de tristezas ao luar

O fogo que aprendi tem mais folia,
tem a esperança, o encanto, a fantasia,
a mágica da cama, a lua e a estrada...

Do teu olhar eu quero a luz do dia,
a letra, o beijo e a língua da poesia,
para escrever meu verso e dizer nada.

3 Comments:

Blogger Lílian Maial said...

Lindo esse olhar poético, Nathan!
Só que a língua da tua poesia diz tudo!
beijão,
Maial

September 13, 2006 6:15 AM  
Blogger Livre Expressão da Lucilaine said...

Esse eu amei Nathan!
Falar que quer o olhar a luz do dia, a letra, o beijo...
E seus versos nunca dizem nada.
Ontem à noite dormi lendo seu livro. E em cada momento, descubro algo mais gostoso de ler.

Beijo!
Lu

September 14, 2006 8:01 AM  
Anonymous Lucy said...

Maravilhoso!!!
Estive um certo tempo ausente,mas, para minha grande alegria, vejo que estás cada vez melhor!!!
Um grande beijo em seu coração...
Lucy

October 26, 2006 8:48 PM  

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home