Tuesday, June 02, 2009

De onde vem o perigo?

© Nathan de Castro

Com o desaparecimento do vôo 447 da Air France, Rio / Paris, surgem as diversas especulações sobre as causas do desastre.
Já culparam os raios, as tempestades na região... Falaram até em uma formação de gelo da proporção de um iceberg...
O repórter do Legacy, Joe Sharkey se aproveita da tragédia para acusar, desonestamente, os controladores de vôo brasileiros.
São tantas as hipóteses que a gente fica completamente perdido, principalmente, levando-se em conta que esse trajeto já é feito a quase 60 anos e nunca ocorreu algo semelhante, e olhem que o Airbus A-330 não é uma aeronave comum.
Cansado de ver e ouvir notícias da tragédia, resolvi navegar um pouco pela net, e vejam a notícia com a qual fui me deparar:
“ 16/02/2009 – Restos do choque de satélites serão ameaça.
A notícia da colisão de dois satélites de comunicação, um russo e um americano, em pleno espaço, a 790 kms de altitude, na última terça-feira(11) surpreendeu desde as autoridades espaciais até o público leigo.”
No mesmo site, uma arte criada pela Agência Espacial Européia, mostra um quadro assustador para todos os que precisam e se utilizam desse meio de transporte, até quando não sabemos, mais seguro do planeta.
Fonte:
http://www.apolo11.com/spacenews.php?posic=dat_20090216-073451.inc

2 Comments:

Blogger PAT said...

Aquela rota é extremamente turbulenta. Há muitos anos, indo para Portugal, com parada no Senegal, meu avião encontrou um vácuo e sofreu uma queda de 150 metros. Não sei o tempo que durou, mas tive a certeza que iríamos cair. Mas, num repente, como se fosse amparado por força maior, ele parou... E prosseguiu voando. Naquela noite lindamente estrelada, ao descermos no Senegal todos tremíamos, não havia um que conseguisse falar.
É uma excelente hipótese que você menciosa. Mas não podemos excluir a idéia de que a tecnologia jamais controlará a natureza.
Paz em Deus.

June 02, 2009 8:05 PM  
Blogger Sonetos & Rabiscos said...

Pat,
geralmente as maiores turbulências são rápidas e veja que você disse que foi "a muito tempo". A tecnologia evoluiu muito e as novas aeronaves são muito mais seguras.
De qualquer maneira, nem quis que fosse uma hipótese. Apenas um alerta.
Abraço,

June 03, 2009 6:26 AM  

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home